NOVO LIVRO


OraçõEs da Beata Alexandrina
Padre
José Barbosa Granja

«Ao longo destes seis anos, como pároco de Balasar – escreve o Padre José Granja na introdução ao seu livro – Deus concedeu-me a graça de poder conhecer um pouco da dimensão profunda de toda a mística da Beata Alexandrina. Muitas pessoas me pediram que lhes cedesse os textos que fomos partilhando e saboreando todas as quintas-feiras de cada mês. A publicação dos seus escritos está longe de ser possível fazê-lo e sobretudo um estudo crítico de todo o seu património espiritual, doutrinal e místico.

Durante o meu ano sabático, passado junto da Mãezinha, em Fátima, pude ir lendo mais um pouco, do muito que há para ler, da nossa Beata Alexandrina. Veio-me ao pensamento publicar as orações feitas, em cada sexta-feira, no ano 1941.»

É asim que o bom Padre José Granja, que agora é o Reitor da Basílica dos Congregados em Braga, se exprime.

A ideia de nos oferecer estas orações compostas pela nossa querida Beata, foi-lhe certamente inspirada, não só “porque muitos lhe pedissem”, mas também e sobretudo porque era essa a vontade de Jesus, que prometeu tornar mais conhecida, após a morte, a “Doentinha de Balasar”, como tão meigamente era chamada pelos seus contemporâneos.

Honra-me que tenha escolhido para a capa do seu livro uma das minhas composições (Afonso Rocha).